Recife, 25 de Junho de 2021

Notícias

Página para Impressão
Votlar
 

CRF-PE, SINFARPE, FENAFAR, AFP E Deputado Federal debatem pautas em prol da classe farmacêutica

 
Assessoria de Comunicação do CRF-PE  |  19/05/2021
 
A tarde desta terça-feira (18) foi de debate entre representantes do Conselho Regional de Farmácia de Pernambuco (CRF-PE), Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Pernambuco (SINFARPE), Associação Farmacêutica de Pernambuco (AFP), Federação Nacional dos Farmacêuticos (FENAFAR) e o Deputado Federal Carlos Veras.

Durante a reunião virtual, os participantes puderam destacar as principais lutas e desafios travados pela classe farmacêutica e que precisam ser debatidos, com o objetivo de traçar soluções e fortalecer a atuação do profissional farmacêutico. Entre as pautas apresentadas, a temática que teve mais destaque foi o Projeto de Lei nº. 5.363/2020 que está em tramitação no Congresso Nacional - a criação do ‘farmacêutico remoto’, ou seja, a assistência do profissional farmacêutico para forma remota.

Para o presidente do CRF-PE, Dr. Aldo Passilongo, mais do que nunca é o momento de unir forças e focar no fortalecimento da atuação profissional. “Precisamos juntos exaltar a importância da farmácia e drogaria como estabelecimento de saúde e, principalmente, a atuação do profissional farmacêutico durante toda sua abertura. Hoje, a luta é pela retirada total de pauta do ‘farmacêutico remoto’, uma vez que todo tratamento tem como destino a farmacoterapia”, falou Passilongo.

Segundo o conselheiro Federal e representante da AFP, Dr. Arimatea Filho, o Projeto de Lei apresenta um caráter comercial. “É importante ressaltar que há anos os estabelecimentos de saúde sofrem com essas ações comerciais. Além disso, acredito que preservar as conquistas, garantir a atuação profissional farmacêutico e, acima de tudo, preservar a saúde da população são ações que precisam avançar”, disse Arimatea.

Durante a reunião, a vice-presidente Dra. Aexalgina Tavares também exaltou a luta da classe farmacêutica. “Esse momento é de luta da categoria farmacêutica em todo o Brasil! Vale salientar que essa luta vem sendo trabalhada há anos, porque a todo tempo surge um projeto de Lei querendo retirar o farmacêutico do lugar que é seu. Nada mais correto do que o farmacêutico estar em seu ambiente de trabalho, dispensando e orientando para o uso correto de medicamentos”, endossou Aexalgina.

De acordo com o presidente da FENAFAR, Dra. Ronald Santos, os estabelecimentos de saúde não podem exclusivamente sustentar os negócios. “Precisamos salientar e lutar para que os estabelecimentos de saúde não sejam vistos exclusivamente para sustentar os negócios. Até porque é o espaço de trabalho dos farmacêuticos. Infelizmente, estamos vivendo em um momento que as medidas legislativas são criadas de forma contrária. Por isso, é necessário dialogar para ganho da sociedade, dos trabalhadores e da sociedade econômica”, reforçou Ronald.

Antecipando a fala do Deputado Federal Carlos Veras, o presidente do SINFARPE, Dr. Holdack Gomes fez um apelo para o parlamentar. “Estamos na luta e em busca de deputados para que abracem a causa dos profissionais farmacêuticos e a importância das farmácias e drogarias como estabelecimento de saúde. Afinal, essa causa não pode ser considerada de forma simplória, uma vez que a medicação errada vai gerar mais doença”, alertou Holdack.

Após ouvir todos os representantes do CRF-PE, SINFARPE, FENAFAR E APF, o Deputado Carlos Veras proferiu o seu posicionamento. “Estamos vivendo um grande retrocesso de direitos que já foram conquistados. Particularmente, eu tenho uma relação muito próxima com a farmácia. Lembro minha primeira consulta médica foi aos 20 anos e antes disso, o farmacêutico e o estabelecimento de saúde que supriam as necessidades da população. Essa, acredito que ainda é a realidade do interior. Não tenho dúvida que essa é uma luta que precisamos travar”, concluiu o parlamentar, que se comprometeu em lutar pela causa.