Notícias

Página para Impressão
Votlar
 

CRF-PE e Vigilância Sanitária realizam operação conjunta em Olinda

 
Assessoria de Comunicação do CRF/PE  |  10/12/2018
 


Três estabelecimentos farmacêuticos interditados e onze autuados. Este foi o saldo da força-tarefa realizada pelo Conselho Regional de Farmácia e Vigilância Sanitária de Olinda com o objetivo de coibir o funcionamento de farmácias irregulares e ilegais no município.

A blitz conjunta foi realizada nos dias 29 de novembro e 6 de dezembro e é resultado de parceria entre o CRF-PE e VISA de Olinda.

Os estabelecimentos visitados pela equipe de fiscalização apresentavam diversas irregularidades, entre elas a ausência de farmacêutico responsável técnico, falta de registro junto ao CRF-PE e falta da licença sanitária.

Alguns dos estabelecimentos visitados não preenchiam os requisitos necessários no tocante às condições estruturais e sanitárias.

Na blitz realizada no dia 29 de novembro foram fiscalizadas farmácias nos bairros Alto da Bondade, Alto da Conquista, São Benedito, Jardim Fragoso e Peixinhos. Na ocasião, oito estabelecimentos foram inspecionados. Uma farmácia foi interditada e as demais foram notificadas de acordo com as pendências identificadas pela equipe.



Ontem, (06/12), foram feitas abordagens nos bairros de Rio Doce e jardim Atlântico, sendo dois estabelecimentos interditados pela vigilância sanitária de Olinda por não terem a licença de funcionamento expedida pelo órgão.

“Nossa fiscalização tem atuado continuamente, identificando os estabelecimentos clandestinos, sem registro no Conselho de Farmácia ou sem o farmacêutico responsável técnico. Nesses casos é lavrado um auto de infração que se transforma em multa caso a defesa apresentada pelo estabelecimento não seja acatada pelo Plenário", explica a vice-presidente do CRF-PE e responsável pela Fiscalização, Sarah Ximenes.

“Quando atuamos conjuntamente, cada órgão dentro de suas prerrogativas, os resultados são imediatos. Com isso, quem sai lucrando é a população”. Opina a presidente do CRF-PE, Gisêlda Castro Lemos de Freitas.

As dirigentes apostam na força das operações conjuntas do CRF-PE e VISAs. Segundo elas, ações como a realizada em Olinda serão intensificadas em outros municípios do Estado, uma vez que a fiscalização do Conselho recebeu reforço com a chegadas de novos fiscais.

DENÚNCIA
A população pode contribuir para evitar o funcionamento de estabelecimentos irregulares e ilegais. O CRF-PE mantém em seu site um canal de ouvidoria onde podem ser registradas denúncias de estabelecimentos clandestinos ou irregulares. As denúncias podem ser realizadas de forma anônima.

Saiba como registrar sua denúncia:
• Através do canal de Ouvidoria: http://www.participar.com.br/crfpe
• Através de telefone: (81) 3426-8540 (das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira)
• Pessoalmente: Na sede do em Recife ou em uma das subsedes localizadas nas cidades de Caruaru, Garanhuns, Serra Talhada e Petrolina.